Shell anuncia vazamento de diesel após tempestade Sandy atingir Nova York

Empresa ainda não divulgou volume do vazamento no litoral da cidade americana; trabalhos de limpeza já começaram

AFP |

AFP

A gigante petroleira Shell confirmou nesta quinta-feira (1) que a supertempestade Sandy provocou um vazamento de diesel no litoral de Nova York, sem especificar o volume, e indicou que os trabalhos de limpeza já começaram.

Leia também: Obama visita área de Nova Jersey afetada pela tempestade Sandy

Galeria: Veja imagens da passagem da tempestade Sandy pelos EUA

A Guarda Costeira dos Estados Unidos, que supervisiona os trabalhos de limpeza, afirmou que a operadora da refinaria, Motiva, calculou em 1,2 bilhão de litros derramados.

"Ao menos dois tanques de armazenamento de diesel foram danificados e uma quantidade desconhecida do produto derramado", afirmou a Shell em um comunicado.

Os tanques de armazenamento ficam localizados em Sewaren, refinaria de Nova Jersey da qual a Shell é proprietária em parte em é operada pela Motiva.

"Não houve feridos ou novos vazamentos depois do vazamento inicial", acrescenta o texto.

A CNN informou sobre um vazamento de 1,136 bilhão de litros.

Imagens: Veja Nova York antes e depois da passagem da tempestade Sandy

Vídeos: TV iG reuniu as melhores imagens da passagem de Sandy pelos EUA

Um porta-voz da Guarda Costeira, Erik Swanson, ressaltou que os trabalhos de limpeza são dificultados pela magnitude dos danos provocados pelo furacão.

"O porto foi arrasado, o que complica as coisas. Há escombros nas via navegáveis que dificultam a circulação segura de nossos barcos", explicou.

    Leia tudo sobre: tempestade sandysandyeua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG