Após 'sumiço', imprensa russa especula sobre saúde de Putin

Porta-voz nega que 'lesão no músculo' esteja prejudicando seu trabalho e que tenha sido adquirida ou potencializada durante voo de ultraleve para guiar aves siberianas

iG São Paulo |

Viagens adiadas e poucas aparições públicas do presidente da Rússia, Vladimir Putin, provocaram especulações sobre seu estado de saúde na imprensa do país. Nesta quinta-feira, o porta-voz do líder admitiu que ele está com uma "lesão no músculo", mas negou que ela esteja prejudicando seu trabalho e que tenha sido adquirida ou potencializada durante um voo de ultraleve para guiar aves siberianas para o sul. 

Jornais russos disseram que o presidente sofreu uma lesão nas costas durante o voo e que pode precisar de cirurgia. O porta-voz, Dmitry Peskov, ofereceu outra versão: o líder de fato tem uma lesão antiga no músculo, relacionada à prática esportiva, que não foi afetada em nada pela aventura no ultraleve.

Leia também: Vídeo marca aniversário de Putin com suas 'façanhas'

Saiba mais: Putin usa ultraleve para guiar aves raras russas para o sul

AP
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, voa de ultraleve em Yamal (05/09)


"É uma lesão esportiva normal - Vladimir Putin sentiu o músculo", disse Peskov, sem dar detalhes. Ele também afirmou que a razão de o líder quase não ter deixado sua casa de campo nos arredores de Moscou foi evitar que a escolta presidencial causasse congestionamento na capital.

Putin cancelou em outubro uma viagem à Sibéria, onde deveria inaugurar uma importante jazida de gás, Bovanenkovskoya, na península de Yamal. Desde o começo de outubro, Putin também também fez uma pausa em suas visitas ao exterior.

Uma cúpula regional da Comunidade de Estados Independentes (CEI, que engloba a ex-URSS exceto os países bálticos e a Geórgia), prevista para 1º e 2 de novembro no Turcomenistão, foi adiada para 5 de dezembro, oficialmente devido a uma agenda apertada dos presidente dos principais países participantes, entre eles Putin.

As viagens do presidente russo à Bulgária, Índia e Turquia, previstas para novembro, também foram adiadas para dezembro. Em um documentário recente, em comemoração a seu aniversário de 60 anos , ele apareceu mancando.

Com EFE

    Leia tudo sobre: russiaputin

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG