Tempestade Sandy movimenta redes sociais

Usuários contam com Twitter, Facebook e Instagram para se comunicar com amigos e familiares e retransmitir informações sobre fenômeno nos EUA

iG São Paulo |

A tempestade Sandy, que chegou aos Estados Unidos na noite de segunda-feira , movimentou as redes sociais nos últimos dias. Usuários publicaram mensagens e fotos no Twitter, Facebook e Instagram para se comunicar com amigos e familiares, retransmitir informações sobre procedimentos de emergência e até publicar mensagens bem-humoradas para aliviar o clima de tensão.

A hashtag #Sandy foi mencionada mais de 4 milhões de vezes por quase 400 mil usuários do Twitter desde segunda-feira, de acordo com a empresa Radian6, que monitora o uso de redes sociais. "Furacão Sandy" foi a frase mais publicada por usuários do Facebook na segunda-feira, enquanto outros termos populares foram "fique em segurança", "tempestade", "costa leste", "meus amigos" e "orações".

Leia também: Obama declara 'zona de desastre' em Nova York e Nova Jersey

Galeria: Veja imagens da passagem da tempestade Sandy pelos EUA

TV iG: Veja todos os vídeos sobre a tempestade Sandy nos EUA

Reprodução
Mensagens sobre tempestade Sandy tomaram as redes sociais como o Twitter

De acordo com a Associated Press, mais de 230 mil fotos com a hashtag #Sandy foram publicadas no Instagram e outras 100 mil com a hashtag #Hurricanesandy. O CEO da empresa, Kevin Systrom, disse que foram postadas cerca de 10 fotos por segundo sobre a tempestade. "Acho que isso mostra como o Instagram está rapidamente se tornando uma ferramenta útil para ver o mundo, especialmente em acontecimentos mundiais com esse", afirmou, em comunicado.

A supertempestade Sandy chegou aos Estados Unidos na noite de segunda-feira com ventos de 130 km/h, tocando o solo em Nova Jersey, causando inundações e cortes de energia na região de Nova York. Sandy perdeu o status de furacão pouco antes de tocar a terra, mas a distinção é meramente técnica, definida com base na forma e na temperatura interna da tempestade.

Leia também: Tempestade Sandy causa mortes e queda de energia nos EUA

Aeroportos: Tempestade Sandy volta a cancelar voos entre Brasil e Estados Unidos

Enquanto esperavam o então furacão chegar, usuários de redes sociais postaram imagens do estoque de mantimentos que tinham preparado para a passagem de Sandy. Muitas fotos também mostravam prateleiras vazias de supermercados e jogos de tabuleiro, usados para "matar o tempo" dentro de casa.

Conforme a tempestade se aproximava dos EUA, as publicações sobre preparativos deram lugar às mensagens de expectativa e informações sobre a movimentação de Sandy. No Twitter, as palavras "Nova York" e "Nova Jersey", duas das cidades mais afetadas, viraram "trending topic".

Após a tempestade tocar a terra, usuários compartilharam reportagens sobre a situação em várias cidades, além de mandar recados para familiares e amigos. Muitos também enviaram mensagens de apoio aos moradores da costa leste.

No Facebook, a comunidade Hurricane Sandy, criada em 27 de outubro e "curtida" por mais de 138 mil usuários, usuários divulgaram informações sobre os danos causados e sobre formas de ajudar os afetados. Pessoas de todo o mundo também publicavam orações e desejos de boa sorte.

Houve espaço, também, para piadas. A conta @AHurricaneSandy, criada por Elijah Daniel, publicou mensagens como se elas fossem escritas pela própria tempestade. "A energia já voltou? Então deixe-me derrubar de novo", dizia uma das mensagens. O perfil, criado em 26 de outubro, tem mais de 235 mil seguidores.

Com AP

    Leia tudo sobre: euafuracão sandytempestade sandysandyredes sociaisinternet

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG