Rebeldes matam general da força aérea síria durante ataque a Damasco

Abdullah Mahmud Al-Khalidi era um dos homens mais influentes do exército ligado ao presidente Bashar Al-Assad

iG São Paulo |

Um oficial do alto escalão das forças aéreas da Síria foi morto nesta terça-feira após um ataque no bairro Rukn al-Din, na capital Damasco. De acordo com a rede de televisão estatal Sana, o general Abdullah Mahmoud Al-Khalidi foi surpreendido por militantes rebeldes e morreu a caminho do hospital.

Veja também: Síria tem explosão e ataque aéreos em último dia de cessar-fogo

Reuters
Rebelde é visto em uma vila na província de Idlib, no norte da Síria

Este é o segundo atentado contra um oficial graduado do exército leal ao presidente Bashar Al-Assad nos últimos meses. Em julho, uma explosão matou o ministro de Defesa da Síria, Assef Shawkat.

"Como parte de uma campanha para eliminar autoridades e membros do exército, grupos terroristas assassinaram o general Abdullah Mahmud Al-Khalidi em Damasco", dizia o comunidado oficial da televisão estatal.

O Exército Livre da Síria assumiu a autoria do ataque, afirmando que também havia assassinado um membro do serviço de inteligência ligado às forças armadas no mesmo ataque.

A batalha em Damasco também atingiu outras regiões da capital. Um bombardeio aéreo realizado pelo exército de Assad matou ao menos oito pessoas. Ataques na província de Idlib, no norte do país, e na cidade de Aleppo, um dos bastiões dos rebeldes, também foram registrados.

Com BBC

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG