Salvar vidas é mais importante que eleições, diz Obama sobre furacão

Questionado sobre impacto de Sandy na corrida pela Casa Branca, Obama diz que sua preocupação é com famílias durante 'poderosa tempestade'

iG São Paulo |

Em pronunciamento à nação nesta segunda-feira, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, reiterou sua preocupação com a chegada do furacão Sandy e colocou a campanha eleitoral em segundo plano. O candidato democrata à reeleição afirmou que seu principal objetivo no momento é "salvar vidas".

AP
Presidente Barack Obama durante pronunciamento sobre a chegada do furacão Sandy

Veja galeria: Estados Unidos se preparam para a chegada do furacão Sandy

Obama também aconselhou a população a seguir as instruções das autoridades estaduais, afirmando que a "supertempestade" que deve tocar a costa leste do país nas próximas horas assusta pelo seu "tamanho e potência".

O presidente tratou de tranquilizar a população americana, principalmente quem mora nas grandes cidades que estariam na rota do fucarão, como Washington, Baltimore, Philadelphia e Nova York. 

"A boa notícia é que tivemos alguns dias para nos prepararmos para a chegada do furacão", disse. "É possível que leve algum tempo para nos recuperarmos da falta de energia em alguns lugares", acrescentou.

Questionado sobre que tipo de impacto o furacão Sandy causará nas eleições presidenciais, Obama afirmou não se preocupar com essas questões. "A eleição vai se resolver sozinha. Minha principal preocupação neste momento é com as famílias que terão dificuldades em se proteger durante a tempestade", disse o presidente.

Preparação

A população de Nova York se prepara nesta segunda-feira para a passagem do furacão Sandy, que forçou o fechamento de todo o sistema de transporte, escolas e mercados financeiros. Em toda a costa leste dos EUA, o furacão ameaça cerca de 50 milhões de pessoas.

Em Nova York, muitos trabalhadores decidiram ficar em casa nesta segunda-feira, já que metrôs, ônibus e trens não funcionarão por causa da ameaça de inundação. Aeroportos também foram fechados e moradores de várias regiões foram retiradas de suas casas. Em toda a costa leste, quase 7,5 mil voos foram cancelados.

    Leia tudo sobre: furacão sandyfuracãosandyeuaeleição nos euaobama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG