Cidade de Nova York suspenderá serviços de trem, metrô e ônibus por furacão

Tempestade 'Sandy' recuperou forças e deve atingir os EUA. Metrô será paralisado a partir das 19h, ônibus devem parar nas próximas horas e escolas não terão aulas

iG São Paulo | - Atualizada às

A cidade de Nova York vai suspender os serviços de trem, metrô e ônibus na noite deste domingo em preparação ao furacão Sandy, que deve levar fortes ventos e perigosas inundações para a costa leste dos EUA, afirmou o governador de NY, Andrew Cuomo.

AP
Trabalhadores começam a fechar as estações do Metrô de Nova York

"Se o furacão se virar e se afastar, muito bom. Realmente muito bom. Mas se isso não acontecer, temos que estar preparados para ele", disse Cuomo em entrevista coletiva. Os serviços devem retomar suas operações cerca de 12h após o término da tempestade, disseram autoridades durante a coletiva. 

Leia também:
Sandy volta a ter força de furacão e ameaça os EUA
Romney cancela comício em Virgínia por chegada de furacão Sandy
Furacão deixa rastro de destruição no Caribe e castiga Bahamas

A Autoridade de Transporte Metropolitano da Cidade de Nova York afirmou que os serviços do metrô serão paralisados a partir das 19h (21h no horário de Brasília). A rede de ônibus deve começar a ser desligada nas próximas duas horas. As ferrovias de Long Island e Metro-North devem iniciar o trajeto de seus últimos trens às 19h. As estações vão fechar após a passagem dos últimos trens.

Além da alteração nos transportes, as autoridades decretaram a evacuação de algumas áreas baixas da cidade e o fechamento das escolas amanhã, dia 29, perante a chegada do furacão. Os cidadãos que não abandonarem essas regiões "não só põem em risco sua vida, mas põem em perigo os membros dos serviços de resgate", afirmou o prefeito da cidade, Michael Bloomberg, em entrevista coletiva na qual anunciou as medidas.

Força recuperada

No sábado, o ciclone tropical Sandy recuperou força de furacão após uma queda nos ventos tê-lo transformado em uma tempestade tropical, informou o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos. Às 8h (no horário local, 10h no horário de Brasília), o Centro de Furacões, que tem sede em Miami, afirmou que Sandy tinha ventos de 120 km por hora, sendo assim um furacão de categoria 1.

A tempestade, que se alastra rapidamente, estava localizada cerca de 540 km a sudeste de Charleston, na Carolina do Sul, movendo-se para norte-nordeste, e deve chegar à costa nordeste dos EUA no começo da próxima semana.

*com Reuters e AFP

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG