Ativistas russos são detidos após reunião do conselho de oposição

Alexei Navalny, Ilya Yashin e Sergei Udaltsov foram presos por perturbar a ordem pública durante protesto no centro de Moscou

Reuters |

Reuters

AP
Alexei Navalny, no centro da imagem, foi um dos detidos pela polícia russa neste sábado (27/10) em Moscou

Três adversários do presidente russo Vladimir Putin foram detidos neste sábado durante protesto no centro de Moscou após primeira reunião de um novo grupo de oposição eleito em uma votação online.

A polícia prendeu os políticos Alexei Navalny, Ilya Yashin e Sergei Udaltsov enquanto eles tentavam participar de uma marcha com dezenas de apoiadores da oposição após a sessão inaugural do recém-formado Conselho de Coordenação.

Leia também:
Rússia envia membros do Pussy Riot para campos de detenção
Eleições locais na Rússia testam popularidade de Putin
Rússia marca aniversário de 60 anos do presidente Vladimir Putin

Os apoiadores da oposição gritavam "vergonha!" enquanto os oficiais conduziam Navalny, Yashin e Udaltsov para vans da polícia. Os três foram liberados após passarem várias horas na delegacia e terão que pagar multas de até 30 mil rublos (cerca de mil dólares) ou até 50 horas de trabalho voluntário supervisionado por perturbar a ordem pública.

A polícia afirma que os três ativistas neste sábado foram detidos por violações da ordem pública. A entidade afirma que o protesto não foi sancionado pelas autoridades de Moscou, como exigido por lei.

    Leia tudo sobre: rússiaoposiçãoputinativistas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG