Após Casa Branca desmentir reportagem do New York Times, ministro iraniano também informou que não há negociação direta com os Estados Unidos

EFE

A Casa Branca anunciou que "não é verdade" que os Estados Unidos e o Irã tenham chegado a um acordo para manter conversas sobre o programa nuclear de Teerã, como publicou "The New York Times", citando funcionários do governo de Barack Obama. O Irã também confirmou neste domingo que não existe negociação direta com os EUA.

Leia mais:  Na ONU, Obama prega tolerância e avisa que tempo do Irã 'não é ilimitado'

Leia também:  União Europeia amplia sanções sobre economia do Irã

O porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, Tommy Vietor, desmentiu a informação do jornal em comunicado e reafirmou que o presidente Obama "deixou claro que vai impedir que o Irã obtenha uma arma nuclear". "Não é verdade que os Estados Unidos e o Irã entraram em acordo para negociações bilaterais ou para qualquer encontro após as eleições americanas," disse o porta-voz.

Segundo ele, o país continua a trabalhar por uma solução diplomática com os membros do Conselho de Segurança da ONU.

Já o ministro de Relações Exteriores do Irã, Ali Akbar Salehi, se pronunciou em coletiva para rechaçar a reportagem. 

"Não temos nenhuma discussão ou negociação com a América", disse Salehi. "As negociações (nucleares) estão em curso com o grupo P5+1. Além disso, não temos discussões com os Estados Unidos."

Diversas rodadas de negociação este ano entre o Irã e potencias mundiais, apelidado de P5+1, não conseguiram produzir um avanço.

*Com EFE e Reuters 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.