Presidente americano prepara terreno para o debate de terça-feira, quando ele enfrentará o rival republicano Mitt Romney

O presidente Barack Obama buscou neste sábado prolongar o forte desempenho do vice-presidente Joe Biden durante o debate contra o candidato republicano Paul Ryan, na medida em que se prepara para seu próximo enfrentamento com o adversário Mitt Romney. 

Em seu discurso semanal transmitido pela rádio, o presidente americano alardeou os benefícios de uma ação de autoria do seu governo: o resgate à indústria automobilística nos EUA.

Veja o especial do iG sobre as eleições dos EUA

Rebate:  Romney critica vice de Obama por declarações sobre a Líbia em debate

Presidente Barack Obama se encontra com Mario Orosa, de Ohio, um dos vencedores da competição Dinner With Obama (Jante com Obama)
AP
Presidente Barack Obama se encontra com Mario Orosa, de Ohio, um dos vencedores da competição Dinner With Obama (Jante com Obama)


Leia também: Debate dos candidatos a vice nos EUA é marcado pela agressividade

"Nós nos recusamos a deixar Detroit ir à falência", disse Obama. "Apostamos nos trabalhadores americanos e na engenhosidade americana e, três anos depois, essa aposta está se mostrando muito acertada."

Saiba mais: Obama reconhece 'tropeço' em debate, mas tenta tranquilizar partidários

O presidente sairá de cena para se preparar para seu segundo debate com Romney na terça-feira.

Por focar em saúde e na indústria automotiva, que atualmente se beneficia de fortes vendas, Obama vem lembrando eleitores que foi ele quem prestou socorro à indústria. Romney foi contra a ajuda do governo aos fabricantes de automóveis.

Leia também: Biden aposta em debate com Ryan para recuperar campanha de Obama

Saiba mais: Romney ataca política externa de Obama, mas não esclarece a sua

Debate entre vices

Diferente do primeiro debate dos candidatos à presidência, que contou com certa apatia de Obama, o embate entre os vices foi marcado pela agressividade.

O embate acontece em um momento em que as pesquisas de intenção de voto nos Estados Unidos apontam para uma disputa apertada pela liderança da corrida presidencial.

Leia mais: Assessores de Obama tentam reverter danos causados por debate

Números: Após debate, pesquisa mostra Romney à frente de Obama

Os candidatos debateram pontos como política externa, segurança nacional, impostos, saúde pública e aborto atacando-se mutuamente - de forma que a moderadora Martha Raddatz, da ABC News, teve que fazer uma série de intervenções.

Com Reuters

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.