Filho de Fidel desmente boatos de morte e garante que pai passa bem

Desde 19 de junho, Fidel não publica novos artigos e as últimas imagens difundidas são as de seus encontros com o papa em março e com a líder estudantil Camila Vallejo em abril

AFP |

AFP

Alex Castro Soto del Valle, filho do líder cubano Fidel Castro, afirmou, em declarações reproduzidas pela mídia local, que seu pai, de 86 anos, "está bem" de saúde e mantém sua rotina.

O comandante "apresenta bom estado de saúde, cumpre suas atividades diárias, faz exercícios, lê e se mantém bem", disse Soto del Valle, em Guantánamo, extremo leste de Cuba, ao apresentar a exposição A Face da História , com 17 fotos que tirou de seu pai de 2010 até hoje, noticiou a Agência de Informação Nacional (AIN).

Leia também:  Fidel Castro comemora 86 anos longe do público

AP
Foto divulgada pelo Osservatore Romano, jornal do Vaticano, mostra papa Bento 16 com o líder cubano Fidel Castro em Havana



As declarações de um dos cinco filhos de Fidel com Dalia Soto del Valle foram reproduzidas por vários meios de comunicação locais, entre eles os sites governistas Cubadebate e Cubasí, e o blog pró-governamental Yohandry.com .

Últimas aparições:
Papa Bento 16 reúne-se com Fidel Castro em Havana
Governo venezuelano divulga fotos de Chávez com Fidel Castro

"Há algumas fotos do encontro com os intelectuais celebrado em Havana, mas nenhuma é posada ou intencional, todas foram feitas durante o seu dia-a-dia", explicou o engenheiro eletroquímico e fotógrafo.

As declarações de Soto del Valle aparecem após a divulgação de versões de meios críticos a Fidel que, do exílio, reportaram uma deterioração do estado de saúde do homem que governou Cuba entre 1959 e 2006, quando cedeu o comando do país ao seu irmão, Raúl, devido a um grave problema de saúde.

Veja especial do iG sobre Cuba

"Tenho que dar uma má notícia aos terroristas do sul da Flórida: Fidel Castro está vivo", disse o blogueiro Yohandri.

Desde que se afastou do poder, Fidel tem se dedicado a escrever cerca de 400 artigos de imprensa, sob o título de Reflexões, publicar vários livros biográficos e sobre sua luta em Sierra Maestra, assim como receber diferentes personalidades em sua residência.

No entanto, desde 19 de junho não publica novos artigos e as últimas imagens públicas difundidas são as de seus encontros com o papa Bento 16 em Havana, em 28 de março, e com a líder estudantil chilena Camila Vallejo, em 5 de abril. Fidel ainda não se pronunciou sobre a reeleição do presidente venezuelano Hugo Chávez no domingo passado.

    Leia tudo sobre: cubasaúdepolíticafidel castro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG