Primeiro-ministro Netanyahu convoca novas eleições para Israel

Segundo autoridades locais, motivo seria a falta de acordo para o orçamento de 2013

iG São Paulo |

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, convocou nesta terça-feira novas eleições gerais para o país. A medida deverá ser colocada em prática em janeiro de 2013, nove meses antes da data prevista. Ao todo serão disputadas 120 vagas no Parlamento Nacional, no qual o seu partido de direita tem maioria desde 2009.

Segundo as autoridades locais, Netanyahu - figura pública com bastante popularidade no país - não está conseguindo armar um acordo com diversas lideranças de sua coalização sobre o orçamento monetário para 2013.

AP
Primeiro-ministro Benjamin Netanyahu convoca novas eleições para Israel

"Nesse período, em meio às turbulências, é a minha obrigação como primeiro-ministro colocar o interesse nacional acima dos interesses pessoais", afirmou o premiê israelense. "Portanto, decidi convocar as eleições gerais com antecedência", sentenciou.

Apesar de não ter fixado uma data para o pleito, Netanyahu disse que o mais adequado seria realizar "campanhas curtas" e iniciar o processo eleitoral "dentro de três meses".

Segundo analistas, os principais motivos para que Netanyahu esteja descontente no comando do governo israelense não são os assuntos de política externa, muito discutidos pelas lideranças mundiais nos últimos meses. O maior problema está na economia do país e a falta de um acordo sobre o orçamento de 2013.

Netanyahu, porém, também fracassou nos diálogos sobre um acordo de paz com a Palestina no início de seu mandato, atualmente não está conseguindo combater o programa nuclear do Irã e se vê em uma nova crise com o Hamas.

    Leia tudo sobre: netanyahueuaisraelfaixa de gazairã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG