Líderes latino-americanos parabenizam Chávez por reeleição na Venezuela

Presidentes de Cuba, Equador, Bolívia e Argentina enviaram mensagens de apoio ao presidente venezuelano

iG São Paulo | - Atualizada às

Os presidentes de Cuba, Equador, Bolívia e Argentina, aliados do líder venezuelano, Hugo Chávez, apressaram-se a felicitá-lo por sua  reeleição , após vitória na eleição deste domingo.

Leia também: Hugo Chávez é reeleito presidente da Venezuela

Relembre: Veja os principais momentos da trajetória política de Chávez

Reuters
O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, comemora vitória em Caracas


"Em nome do governo e do povo de Cuba, felicito-lhe por este histórico triunfo, que demonstra a força da Revolução Bolivariana e seu inquestionável respaldo popular. Sua decisiva vitória assegura a continuidade da luta pela genuína integração de Nossa América. Reitero-lhe nossa solidariedade e apoio inquebrantáveis, disse o presidente cubano, Raúl Castro, segundo a portal "cubasi.com".

O boliviano Evo Morales afirmou à "Abi", a agência oficial de notícias de seu país que o triunfo de Chávez é o triunfo da democracia. "Não somente é o triunfo do povo da Venezuela, mas também o triunfo dos países da Alba e da América Latina", disse o presidente boliviano. "A vitória de Chávez é também a vitória dos povos da América Latina que lutam com sua dignidade, soberania e destino próprios."

No Equador, outro país integrante da Alba (Aliança Bolivariana para os Povos de Nossa América) o presidente Rafael Correa escreveu no Twitter: "Chávez vencedor com quase 10 pontos de diferença! Viva Venezuela, viva a Pátria Grande, viva a Revolução Bolivariana!".

A governante argentina, Cristina Kirchner, falou com o líder venezuelano para felicitar-lhe por uma vitória que é de toda a "América do Sul e do Caribe", disse.

O líder deposto de Honduras Manuel Zelaya disse que "mais uma vez o povo da Venezuela ratifica sua vocação democrática e o rumo socialista da revolução bolivariana, ao outorgar de forma transparente um voto de confiança e uma vitória contundente ao comandante Hugo Chávez".

Segundo o Conselho Nacional Eleitoral (CNE), Chávez obteve 54,42% dos votos, enquanto seu principal adversário, Henrique Capriles , conquistou 44,97%. Com isso, ele pode permanecer no poder até 2019, quando deve totalizar 20 anos na presidência.

Com EFE

    Leia tudo sobre: venezuelacristina kirchnereleição na venezuelazelayaevocuba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG