A guerrilha do grupo terrorista danificou aeronaves privadas na selva do departamento de Cusco, no sul

AFP

A guerrilha do Sendero Luminoso incendiou neste sábado três helicópteros de uma empresa privada no ataque a um aeródromo na selva do departamento de Cusco, no sul, informou um comunicado do Comando Conjunto das Forças Armadas do Peru.

"Um grupo de terroristas invadiu as instalações do aeródromo do distrito de Kiteni, no departamento de Cusco, incendiando três helicópteros de uma companhia privada", indicou o comunicado, informando que o ataque "não deixou feridos".

Secretário de Defesa dos Estados Unidos, Leon Panetta, caminha junto ao Ministro de Defesa do Peru, Pedro Cateriano: ataque aconteceu em meio a visita de comissão dos Estados Unidos
AP
Secretário de Defesa dos Estados Unidos, Leon Panetta, caminha junto ao Ministro de Defesa do Peru, Pedro Cateriano: ataque aconteceu em meio a visita de comissão dos Estados Unidos

Os helicópteros incendiados prestavam serviço para a Empresa Transportadora de Gás do Peru (TGP), que realiza trabalhos na jazida de gás de Camisea, localizada na província de La Convención.

"As Forças Armadas determinaram que o Comando Especial do Vale dos rios Apurímac, Ene e Mantaro (VRAEM) intensifique as operações e ações de perseguição para a captura destes terroristas", disse o documento.

Leia também: Peru não deve dialogar com grupo terrorista, diz presidente Humala

O VRAEM é uma ampla zona florestal que engloba a áreas de selva do sudeste e do centro do país, a maior região produtora de folhas de coca, onde operam colunas consideradas remanescentes da guerrilha maoísta do Sendero Luminoso. O grupo terrorista atua em aliança com grupos de narcotraficantes da área.

Veja mais: Gravemente ferido, líder do Sendero Luminoso é capturado no Peru

O ataque ocorreu durante a madrugada deste sábado com explosivos e disparos, segundo informações de meios de comunicação, que também relataram uma grande mobilização militar na região.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.