Mark Bridger comparecerá a tribunal na segunda-feira para responder por sequestro e assassinato de April Jones, ainda desaparecida

April Jones, em foto de arquivo
BBC
April Jones, em foto de arquivo

A polícia do País de Gales anunciou neste sábado que Mark Bridger foi acusado formalmente de sequestrar e matar April Jones, menina de cinco anos que desapareceu na segunda-feira. 

De acordo com a polícia, foram encontradas "evidências suficientes" para acusar Bridger de sequestro, inteferência na Justiça e assassinato. Ele se apresentará a um tribunal na segunda-feira.

Leia também:  Britânico é suspeito de assassinar menina de cinco anos

April estava brincando com seus amigos perto de sua casa, na pequena cidade de Machynlleth, às 19h de segunda-feira, quando foi vista pelas crianças entrando em um veículo.

Inicialmente, a polícia disse que se tratava de uma van, mas, posteriormente, as autoridades divulgaram uma foto de uma Land Rover Discovery azul que pertence a Bridger.

Bridger foi detido em uma estrada que conecta Machynlleth a cidades no norte do País de Gales. A polícia montou pontos de checagem em todas as vias no entorno da cidade.

Segundo a imprensa britânica, ele morava na região há 25 anos, sendo originário de Londres. Ele chegou a trabalhar como salva-vidas e o Exército ainda não confirmou informações de que ele seria um ex-soldado. Ele teria, pelo menos, três filhos.

Com EFE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.