Após extradição, clérigo radical Abu Hamza chega aos EUA

Islâmico acusado de terrorismo deve ser apresentar neste sábado a um tribunal de New Haven, Connecticut

iG São Paulo |

O clérigo radical islâmico Abu Hamza chegou neste sábado aos Estados Unidos, após ser extraditado pelo Reino Unido. Autoridades disseram que ele foi levado para um lugar seguro não divulgado, onde aguardará julgamento por acusações de terrorismo.

O clérigo deve comparecer na tarde deste sábado a uma audiência em um tribunal de New Haven, Connecticut. Abu Hamza, de 54 anos, é acusado de onze crimes, entre eles o de ter participado do sequestro de 16 turistas ocidentais no Iêmen em 1998, quatro dos quais morreram durante uma operação militar para libertá-los.

Reuters
Foto de 1999 mostra Abu Hamza al-Masri em conferência em Londres


Também é suspeito de ter contribuído para criar um campo de treinamentos nos Estados Unidos entre 2000 e 2001, e de ter ajudado a financiar candidatos a "jihadistas" que quisessem ir ao Oriente Médio para aprender a praticar atentados.

O Tribunal Superior britânico rejeitou na sexta-feira o recurso apresentado por Hamza para bloquear sua extradição aos Estados Unidos por motivos de saúde, e retirou o último obstáculo que restava para sua entrega a este país.

Hamza foi detido em agosto de 2004 no Reino Unido em cumprimento de uma petição emitida três meses antes pelas autoridades americanas. Em 2006 foi condenado a sete anos de prisão por incitação ao assassinato e ao ódio racial.

Outros quatro extraditados são o saudita Jaled al-Fawwaz, de 50 anos, o egípcio Adel Abdul Bary, de 52 (acusados com outras 20 pessoas pelos atentados de 1998 contra as embaixadas americanas em Nairóbi e Dar es Salaam), e os britânicos Babar Ahmad, de 38 anos, e Syed Tahla Ahsan, de 32, requeridos pelos americanos por terem criado um site no Reino Unido para coletar fundos destinados ao financiamento de atentados, embora nunca tenham sido acusados neste país.

Com AFP

    Leia tudo sobre: euaextradiçãoreino unidoabu hamzaterrorismo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG