Presidente da Colômbia diz que tem câncer de próstata e será operado

Juan Manuel Santos afirma que tumor foi detectado durante exames de rotina; cirurgia será nesta quarta-feira em Bogotá

Reuters |

Reuters

AFP
O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos (arquivo)

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, afirmou nesta segunda-feira que foi diagnosticado com um pequeno tumor cancerígeno na próstata, "de bom prognóstico", e que será submetido a uma cirurgia na quarta-feira em uma clínica de Bogotá.

Em uma declaração surpreendente a jornalistas no fim da tarde desta segunda-feira na sede da presidência, o presidente disse que a doença foi detectada em um exame de rotina.

Leia também:  Presidente da Colômbia detalha 'acordo preliminar' com Farc

"Desde que completei 50 anos, ou seja, há 11 anos, porque tenho 61, tenho feito todos os exames rotineiros que os médicos recomendam ano a ano. O último exame mostrou um aumento anormal no que se denomina o antígeno prostático", declarou Santos.

"Como em minha família há antecedentes de câncer, o médico me recomendou fazer uma biópsia que resultou positiva. É um tumor pequeno localizado na glândula prostática e é de bom prognóstico", explicou.

Santos é o mais recente líder latino-americano a ser diagnosticado com câncer, depois do venezuelano Hugo Chávez e da presidenta Dilma Rousseff. Também fizeram tratamentos contra a doença os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e o paraguaio Fernando Lugo.

    Leia tudo sobre: colômbiasantoscâncerjuan manuel santos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG