Obama amplia vantagem sobre Romney, diz pesquisa

Em bom momento da campanha, candidato à reeleição dos EUA subiu um ponto percentual

iG São Paulo |

Nova pesquisa realizada pela Reuters e o instituto Ipsos mostra o candidato à reeleição Barack Obama ainda à frente de seu rival, o republicano Mitt Romney. O atual presidente americano subiu apenas um ponto percentual entre os eleitores inclinados a votar e alcançou a marca de 49%. Já o ex-governador de Massachusetts estacionou nos 42%. A margem de erro gira em torno dos 3,6%.

AP
Obama durante ato de sua campanha eleitoral nos Estados Unidos

Faltando apenas 40 dias para o pleito, foram ouvidos 1.194 eleitores registrados e que confirmaram o desejo de votar em novembro. Na última análise feita pela Reuters/Ipsos, Obama aparecia com 48% das intenções de voto e Mitt Romney mostrava 43%. Embora analistas americanos afirmam que a disputa está mais equilibrada do que se esperava, o atual presidente dos Estados Unidos vive um bom momento.

Veja também: Obama aumenta vantagem sobre Romney em Estados-chave

Na última semana, foi divulgado um vídeo no qual o candidato republicano aparece debochando de cerca de 47% da população que depende dos auxílios oferecidos pelo Estado e que, fatalmente, votariam em Obama. O Partido Democrata aproveitou a fala infeliz e tem mostrado Romney como um partidário elitista, pouco preparado para entender as necessidades da classe média americana.

Em resposta, a campanha de Romney afirmou que pesquisas internas relizadas pelo Partido Republicano mostram que a disputa está muito mais acirrada do que a maioria das pesquisas tem demonstrado.

AP
Mitt Romney em campanha pela cidade de Springfield, Virginia.

Leia também: Romney ataca Obama por baixo crescimento econômico no 2º trimestre

Obama

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama , afirmou na semana passada que o ocupante de seu cargo deve "trabalhar para todos, não apenas para alguns", numa crítica a seu rival republicano na eleição, Mitt Romney, flagrado em um vídeo dizendo que não se preocupa com os 47% de americanos que não pagam impostos e são "dependendentes" do governo.

"Uma das coisas que aprendi como presidente é que você representa o país inteiro", disse Obama, durante entrevista ao apresentador David Letterman, da rede CBS. "Minha expectativa é de que, se você quer ser presidente, precisa trabalhar para todos, não só para alguns", acrescentou, sendo aplaudido pela plateia no estúdio.

Com Reuters

    Leia tudo sobre: eleição nos euaobamaromney

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG