Homem abre fogo em empresa nos EUA, mata quatro e comete suicídio

De acordo com emissora Fox News, atirador tinha sido demitida de companhia especializada em sinalização para deficientes

iG São Paulo | - Atualizada às

Um homem abriu fogo nesta quinta-feira em uma empresa de Mineápolis, no Estado americano de Minnesota. Depois de matar quatro pessoas, o atirador cometeu suicídio, de acordo com a polícia.

Os nomes do atirador e das vítimas não foram divulgados. De acordo com a polícia, os tiros foram disparados no escritório da companhia Accent Signage Systems, que faz sinalização para deficientes específicos e está localizada em um bairro residencial no norte da cidade. 

Leia também: Saiba quais foram os ataques mais mortais dos últimos 20 anos nos EUA

AP
Policiais são vistos em ponte próxima a local de ataque a tiros em Mineápolis, nos EUA (27/09)

De acordo com a emissora Fox News, o atirador tinha sido demitido da empresa no dia anterior e seus alvos foram específicos, não aleatórios. Os corpos foram encontrados dentro do escritório quando os agentes chegaram ao local. Três feridos foram levados ao hospital.

O governador Mark Dayton lamentou este episódio de "violência sem sentido" e enviou suas condolências às famílias dos "nocentes mortos ou feridos".

Os Estados Unidos ainda se recuperam de recentes episódios de violência com armas de fogo em várias cidades do país. Em 24 de agosto, um homem matou um ex-colega de trabalho em uma loja próxima ao Empire State , em Nova York. Ele foi perseguido e morto pela polícia, numa troca de tiros que deixou nove feridos .

AP
Policiais fazem perícia no local onde ocorreu o tiroteio

Em 20 de julho, um ataque em um cinema deixou 12 mortos em Aurora, no Colorado, durante a estreia do filme "Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge". James Holmes, 24 anos, responderá a 142 acusações pelo atentado.

No dia 5 de agosto, um homem abriu fogo em um templo sikh de Oak Creek, no Estado de Wisconsin, e matou seis pessoas antes de ser baleado por um policial e cometer suicídio com um tiro na cabeça.

Em 13 de agosto, um homem abriu fogo perto de uma universidade na cidade de College Station, no Texas, deixando dois mortos. Segundo a polícia, o suspeito foi baleado depois de atirar contra um policial e um civil, perto do campus da Texas A&M University. Detido, ele não resistiu e morreu.

Com AP e EFE

    Leia tudo sobre: euaminnesotamineápolisatirador

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG