Enchentes matam ao menos seis pessoas no sul da Espanha

Região próxima à cidade de Málaga, na comunidade autônoma da Andaluzia, foi a mais atingida

iG São Paulo |

Ao menos seis pessoas morreram nesta sexta-feira em decorrência das fortes chuvas que atingem a região sul da Espanha. A cidade mais atingida é Malaga, que fica na comunidade autônoma da Andaluzia. Entre as vítimas, há duas crianças que afogaram enquanto tentavam sair de um carro arrastado pela enchente.

Leia também: Espanha luta contra incêndios florestais

Somente em Malaga, cerca de 600 pessoas precisaram deixar suas casas, que corriam risco de desabamento. De acordo com o serviço de meteorologia ligado ao governo espanhol, choveu 245 litros de água por metro quadrado apenas na manhã de hoje. Nas ruas das cidades da Andaluzia, no extremo sul do país, é possível ver dezenas de carros danificados, ruas submersas e pontes avariadas.

AP
Jovens espanhóis caminham em meio à destruição em uma pequena cidade próxima à Malaga

De acordo com as autoridades locais, por volta de 800 pessoas trabalham para limpar as cidades mais atingidas, que ficaram horas sem energia elétrica. "Estamos trabalhando para deixar a situação normalizada. As chuvas estão diminuindo e se movendo para a região de Granada (cidade mais ao norte da Andaluzia)", afirmou uma porta-voz do governo.

Nesta época do ano, é comum o aumento de chuvas na região sul da Espanha. Há apenas um mês, no entanto, o país sofria com as altas temperaturas do verão e inúmeros focos de incêndios florestais, que deixaram rastros de destruição especialmente nas Ilhas Canárias. Três pessoas morreram somente em agosto.

    Leia tudo sobre: enchentesespanhamalagaandaluzia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG