Na ONU, Abbas pede mudança de status para palestinos e ataca Israel

Líder da Autoridade Nacional Palestina quer reconhecimento como Estado observador

iG São Paulo |

O presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, reiterou o desejo de elevar o status da entidade para Estado observador na ONU, em discurso realizado nesta quinta-feira, durante a Assembleia Geral das Nações Unidas. Além disso, o governante criticou duramente a política de assentamentos judaicos em Jerusalém, dizendo que ela faz parte de uma "limpeza étnica".

"Israel pratica uma campanha de limpeza étnica contra o povo palestino por meio de assentamentos e demolições de casas em Jerusalém", disse Mahmoud Abbas.

AP
Presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, discursa na Assembleia Geral da ONU

Em seu discurso, Abbas também pediu para que as Nações Unidas ajudem a formalizar o reconhecimento do Estado palestino de maneira plena, elevando-o para membro observador, e revelou que em breve a organização irá votar o assunto. "Não se trata de deslegitimar Israel, apenas estabelecer a Palestina como Estado", afirmou.

Leia também: Abbas entrega à ONU pedido de reconhecimento de Estado palestino

Segundo Abbas, os palestinos estão "irritados" com a falta de ações por parte do governo israelense e da ONU. "Adotamos a cultura da paz e das resoluções internacionais. Mas apenas Israel é premiado, embora continue com sua política de guerra, de ocupações e de assentamentos", disse.

Para o líder da Autoridade Nacional Palestina, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, é responsável pela atual crise financeira pela qual passa todo o território localizado na Cisjordânia. "Estamos à beira do colapso", declarou Abbas.

Com BBC e AP

    Leia tudo sobre: palestinamahmoud abbasisraelbenjamin netanyahu

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG