Hillary Clinton derruba mais sanções econômicas contra Myanmar

Em reunião com o presidente birmanês, Thein Stein, secretária de Estado americana coloca fim a parte dos embargos; negociações continuam

iG São Paulo |

A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, confirmou que seu governo irá derrubar outra parte das sanções econômicas impostas a Myanmar, na mais recente atitude de aproximação entre os dois países. O anúncio desta quarta-feira foi feito em uma reunião com o presidente birmanês, Thein Sein, em paralelo à Assembleia Geral da ONU.

"Em reconhecimento ao contínuo avanço em direção a reformas democráticas e em resposta aos pedidos efetuados pelo governo de Myanmar e pela oposição, os Estados Unidos tomará as medidas para normalizar o comércio entre as duas nações", declarou Hillary Clinton. Na semana passada, Barack Obama também havia anunciado o fim de alguns embargos contra o país asiático.

AP
Secretária de Estado americana, Hillary Clinton, anuncia fim de sanções econômicas a Myanmar

O anúncio foi feito em meio a visita da líder do partido opositor em Myanmar, Aung Suu Kyi, também ganhadora do Prêmio Nobel da Paz de 2012. "Começaremos por facilitar a entrada de mercadorias birmanesas no mercado dos Estados Unidos", completou a secretária de Estado americana.

Embora a recente aproximação entre os dois países seja notável, o presidente birmanês, Thein Sein, ainda sofre com a falta de apoio mundial. Ele irá discursar em uma seção da Assembleia Geral das Nações Unidas na quinta-feira e deverá ser contido com relação às críticas da oposição.

Em resposta ao anúncio de Clinton, ele apenas agradeceu. "Estamos muito felizes e agrecidos pela decisão dos Estados Unidos", afirmou.

O Congresso americano ainda estuda medidas para ajudar financeiramente Myanmar através de investimentos em infra-estrutura e auxílio social.

Com AP

    Leia tudo sobre: myanmarsuu kyihillary clintoneuaprêmio nobel da paz

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG