Em show, Madonna pede que americanos apoiem Obama

Cantora disse, incorretamente, que o presidente dos EUA é muçulmano

Reuters |

Reuters

A cantora Madonna pediu apoio ao presidente norte-americano, Barack Obama, durante seu show em Washington na noite de segunda-feira, mas incorretamente se referiu a ele como um muçulmano em seus comentários.

Saiba mais: Veja o especial do iG sobre as eleições nos EUA

"Agora, é tão incrível e inacreditável pensar que temos um afro-americano na Casa Branca ... temos um muçulmano negro na Casa Branca ... isso significa que há esperança neste país, e Obama está lutando pelos direitos dos homossexuais, então, apoiem o homem", disse Madonna, de acordo com um vídeo postado no YouTube por membros da plateia.

Obama, que concorre à reeleição em 6 de novembro, é cristão. A porta-voz de Madonna não retornou ligações para comentar o assunto nesta terça-feira.

Desde primeira disputa presidencial de Obama em 2007, alguns grupos e oponentes têm promovido rumores de que ele é muçulmano, assim como especulações de que ele não é cidadão nato norte-americano.

Madonna, de 54 anos, que atualmente está na etapa norte-americana de sua turnê para promover o mais recente álbum "MDNA", tem sido recentemente manchete na mídia por seus comentários no palco.

    Leia tudo sobre: eleição nos euaobamamadonna

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG