Democratas criticam declarações de imposto de renda de Romney

Assessores do presidente Obama dizem que candidato paga menos que maioria de famílias de classe média e declaração divulgada "levanta mais dúvidas do que respostas"

iG São Paulo |

Os assessores de campanha do presidente de EUA, Barack Obama, afirmaram neste sábado que a declaração de impostos de 2011 do candidato presidencial republicano, Mitt Romney, confirma que o opositor paga menos que a maioria de famílias de classe média e só "levanta mais dúvidas".

A equipe de Romney divulgou, na sexta-feira, um relatório no qual diz que o republicano pagou, em 2001, US$ 1,963 milhão em impostos com uma taxa de 14,1%, por uma renda anual de US$ 13,7 milhões. Romney, que já tinha prometido revelar sua declaração de imposto de renda de 2001 antes das eleições, recebeu a maior parte de suas receitas de investimentos de capital.

Entenda:  Após críticas de Obama, Romney divulga imposto de renda de 2011

Reuters
Mitt Romney discursando neste sábado em evento de arrecadação de fundos em Del Mar, na Califórnia


Em declarações aos jornalistas que acompanham Obama em sua viagem eleitoral por Milwaukee (Wisconsin), a porta-voz de sua campanha, Jen Psaki, afirmou que Romney tem o dever de falar com clareza sobre sua renda e investimentos. A declaração tributária confirma que Romney "paga uma taxa de imposto menor que a maioria das famílias de classe média, o que levanta mais dúvidas do que respostas", disse a porta-voz.

Em meio a disputas judiciais, começa votação antecipada nos EUA
Em evento pró-Obama, líder do Pearl Jam canta e critica Romney
Obama mantém cinco pontos de vantagem sobre Romney, diz pesquisa
Em momento crítico, Romney intensifica campanha em Estados estratégicos

Segundo Psaki, Romney ainda deve explicações sobre seus investimentos no exterior, em particular em uma empresa petrolífera da China e dezenas de contas estrangeiras em paraísos fiscais como nas Ilhas Cayman. "Essas são perguntas que ele tem o dever de responder", disse a porta-voz.

Segundo a equipe de Romney, o candidato doou no ano passado quase 30% de sua renda, o que equivale a cerca de US$ 4 milhões, e apresentou deduções fiscais no valor de US$ 2,25 milhões. Até o momento, Romney só tornou público os detalhes dos dois últimos anos de suas declarações de impostos e não dos dez últimos, como costuma ser tradição para um candidato presidencial.

Psaki disse que a declaração de imposto de Romney não se compara com a de seu pai, George Romney, quando este foi pré-candidato presidencial em 1968 e apresentou 12 declarações de imposto de renda. 

*com EFE

    Leia tudo sobre: RomneyObamaeleição nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG