França rejeita apelo para banir touradas

Conselho Constitucional diz que corridas "tradicionais" no sul do país não ferem direitos civis

iG São Paulo |

O Conselho Constitucional da França rejeitou o apelo de entidades protetoras dos direitos dos animais para proibir as touradas no país. Após grande deliberação, os juízes concluíram que os eventos considerados "tradicionais", realizados no sul do país, não ferem os direitos civis dos cidadãos franceses.

De acordo com o número levantado pela agência de notícias AFP, mais de mil touros são mortos todos os anos na França. Embora as touradas tenham surgido na Espanha, o espetáculo criou raízes na região sul do país há cerca de 150 anos. As cidades de Nimes e Arles realizam as "corridas" (em espanhol) mais famosas.

AP
Berço das touradas, a Espanha exportou o espetáculo para a França há mais de 150 anos (arquivo)

Na Espanha, a província da Catalunha foi a primeira no país a proibir as tradicionais touradas. Em Barcelona, por exemplo, uma das principais arenas para o espetáculo foi transformada em um gigantesco shopping circular.

Segundo pesquisa realizada com a população francesa, 48% eram contra a realização de touradas. Já o Ministro do Interior, Manuel Valls, que nasceu em Barcelona, advogou a favor do espetáculo em evento no mês de agosto.

Entidades protetoras dos direitos dos animais afirmaram que vão recorrer da decisão na Suprema Corte da União Europeia. Em algumas regiões da França as touradas já são proibidas.

Com BBC e AFP

    Leia tudo sobre: françaespanhatouradas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG