Senador australiano renuncia após associar casamento gay à zoofilia

Cory Bernardi deixa cargo de secretário parlamentar após dizer que autorizar união homossexual poderia abrir portas para legalização da poligamia e da zoofilia

iG São Paulo |

Um senador australiano renunciou nesta quarta-feira a um cargo parlamentar depois de denunciar o casamento homossexual como uma "caixa de Pandora", que poderia abrir portas para a legalização da poligamia e da zoofilia. Cory Bernardi deixou se ser o secretário parlamentar do líder dos liberais e da oposição conservadora, Tony Abbott, mas continua na Casa.

"Se estamos dispostos a redefinir o casamento de tal maneira que permita a união sem consideração de sexo de duas pessoas que se amam, qual será a próxima etapa?", questionou o senador Cory Bernardi, na terça-feira, durante um debate em uma sessão parlamentar sobre o tema.

Leia também: Obama declara apoio ao casamento homossexual

NYT:  Europa ainda tem dificuldades para lidar com casamento homossexual

"A próxima etapa, francamente, é que três ou quatro pessoas que se amem sejam autorizadas a contrair uma união permanente, com o consentimento da sociedade", disse. "Há inclusive pessoas aterrorizantes que consideram aceitável manter relações sexuais com animais. Será uma próxima etapa?", completou.

Abbott já aceitou a renúncia de Bernardi. "Há opiniões que não compartilho e que muitas pessoas consideram repugnantes", declarou.

Em um site, Bernardi defende a família como "o componente mais importante" da sociedade australiana e "os valores judaico-cristãos como marcos fundadores da nação".

A Câmara dos Representantes e o Senado estão analisando quatro projetos de lei para autorizar o casamento homossexual. Nesta quarta-feira a Câmara dos Representantes da Austrália se opôs de forma arrasadora à aprovação (98 votos a 42) de um destes projetos, apresentado pelo trabalhista Stephen Jones.

A Austrália não reconhece o casamento homossexual, embora alguns Estados e territórios do país admitam uniões civis de pessoas do mesmo sexo.

Com AFP e EFE

    Leia tudo sobre: austráliacasamento gaypoligamiazoofiliacory bernardi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG