Mianmar liberta 60 presos políticos

Entre as pessoas soltas estão ao menos oito membros da LND (Liga Nacional para a Democracia)

AFP |

AFP

Ao menos 60 presos políticos foram libertados como parte da anistia concedida a 500 detentos na segunda-feira em Mianmar (antiga Birmânia), informou nesta terça um responsável do partido de oposição de Aung San Suu Kyi.

Leia também:  Mianmar liberta 500 prisioneiros, incluindo presos políticos

"Cerca de 60 presos políticos foram libertados pela anistia", declarou à AFP Nine Nine, da Liga Nacional para a Democracia (LND), destacando que em Miamar há 300 presos políticos.Segundo a Geração 88, movimento da sociedade civil que luta pela democracia em Mianmar, ao menos 100 presos políticos poderão ser beneficiados pela medida, mas a organização confirmava apenas 15 libertações na manhã desta terça.

Já a Associação de Assistência aos Presos Políticos (AAPP), instalada na Tailândia, confirmou à AFP a libertação de 58 presos políticos até o momento.Entre as pessoas libertadas estão ao menos oito membros da LND, revelou um dos detentos ao sair da tristemente célebre prisão de de Insein, em Yangun.Esta nova onda de libertações coincide com a chegada de Suu Kyi aos Estados Unidos para uma visita de três semanas.O presidente birmanês, Thein Sein, viajaba a Pequim no sábado e visita os Estados Unidos na próxima semana.

    Leia tudo sobre: mianmaranistiasuu kyi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG