Papa Bento XVI celebra missa em Beirute

Hoje é o último dia da visita de três dias de Joseph Ratzinger ao Líbano, a primeira a este país em seus sete anos de Pontificado

EFE |

EFE

A missa do papa Bento XVI no píer de Beirute começou neste domingo perante dezenas de milhares de pessoas que não quiseram perder esta ocasião histórica.

Após percorrer em papamóvel as ruas de Beirute, Bento XVI, vestido com uma batina verde, subiu ao altar montado ao ar livre perto ao mar, enquanto era cantado um hino em língua siríaca, usada nos rituais maronitas (cristão de Oriente).

Líbano devia ser modelo para Oriente Médio, diz papa ao visitar país

Papa diz que envio de armas à Síria é 'pecado grave' e elogia Primavera Árabe

Reuters
Multidão acompanha a chegada de Bento XVI

Em seu discurso, o patriarca maronita, monsenhor Bechara Rai, afirmou que esta viagem pastoral de Joseph Ratzinger ao Oriente Médio - em um momento de transformações radicais que ameaçam a segurança e estabilidade - é cheia de esperança.

Durante a missa, o sumo pontífice entregará aos prelados da região a Exortação Pós-sinodal (documento final) do Sínodo de Bispos para o Oriente Médio, que assinou na sexta-feira passada na sede do Patriarcado maronita em Harissa, 28 quilômetros ao norte de Beirute.

Em sua homilia, o papa Bento XVI destacou a necessidade de que os cristãos sirvam "a quem precisa de ajuda, a quem sente dor e a quem vive em uma situação desfavorecida", pedindo aos fiéis que aprofundem mais sua fé.

Hoje é o último dia da visita de três dias de Joseph Ratzinger ao Líbano, a primeira a este país em seus sete anos de Pontificado, e a quarta ao Oriente Médio. 

    Leia tudo sobre: papabento XVIbeiruteprimavera árabe

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG