As causas da morte ainda não foram reveladas

EFE

O recém designado embaixador do Japão para a China, Shinichi Nishimiya, que devia ocupar seu posto em Pequim em outubro próximo, morreu neste domingo em Tóquio após ser achado inconsciente na quinta-feira passada perto de sua casa, informou a agência "Kyodo".

Embora ainda sejam desconhecidas as causas da morte, Nishimiya, de 60 anos, sofreu um repentino desmaio na quinta-feira em uma rua do populoso bairro de Shibuya e, após ser achado por um transeunte, foi levado inconsciente ao hospital.

Nishimiya devia substituir o atual embaixador do Japão na China, Uichiro Niwa, de 73 anos, devido ao aumento da tensão entre ambos os países por causa do conflito territorial que mantêm nas ilhas Senkaku, conhecidas como Diaoyu na China.

Tóquio nomeou Nishimiya na terça-feira passada como novo embaixador na China, no mesmo dia que o Governo do Japão adquiriu pelo equivalente de US$ 26,3 milhões, o terreno de três das ilhas disputadas, o que provocou duras críticas da China e Taiwan, que também reivindica sua soberania. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.