Polícia reprime milhares de pessoas com canhões de água; atentado terrorista no oeste do país deixa 14 mortos

Milhares de manifestantes tentaram invadir o consulado dos Estados Unidos no Paquistão neste domingo. Forças de segurança fizeram um cordão de isolamento da área e utilizaram canhões de água para dispersar a multidão. As autoridades locais confirmaram a morte de ao menos uma pessoa e cinco feridos.

Este é o mais novo protesto na onda de revoltas que tomaram conta dos países de maioria muçulmana após a divulgação de um vídeo que ridiculariza o profeta Maomé.

Manifestantes tentam invadir consulado dos Estados Unidos no Paquistão
AP
Manifestantes tentam invadir consulado dos Estados Unidos no Paquistão

De acordo com o porta-voz da província de Sindh, Sharfuddin Memon, o prédio do consulado não foi danificado. Autoridades americanas disseram que todos os diplomatas baseados no Paquistão estão seguros.

Bomba

Mais cedo, ao menos 14 pessoas morreram em um ataque terrorista no noroeste do Paquistão. De acordo com a BBC, o explosivo foi detonado por controle remoto e atingiu uma van que carregava trabalhadores de uma vila local. Entre as vítimas estão crianças e mulheres.

A região de Swat é um dos principais redutos do Taleban em solo paquistanês e tem sido palco de inúmeros ataques terroristas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.