Espanhol simula próprio sequestro para cobrar resgate da família

Segundo denúncia feita à polícia da Catalunha, jovem de 30 anos estava endividado e foi encontrado caminhando livremente pela rua

EFE |

EFE

A polícia da região espanhola da Catalunha denunciou um jovem de 30 anos, identificado como Albert C.Ll. e morador da província de Lleida, por ter simulado seu próprio sequestro para cobrar um resgate de sua família. A polícia catalã informou neste domingo que, em 7 de setembro, recebeu a denúncia de um suposto sequestro apresentada por uma pessoa próxima da vítima, que afirmou que o jovem tinha entrado em contato com ele para dizer que estava sequestrado em um apartamento da cidade de Valencia e que temia por sua integridade física.

O suposto sequestrado seguiu enviando e-mails e chamando por telefone seus familiares pedindo que pagassem o resgate porque estava sendo agredido fisicamente. O jovem chegou a dizer que os criminosos tinham quebrado dois dedos de sua mão e que fariam isso com os outros a cada hora que passasse sem que o resgate fosse pago.

Os investigadores da Unidade Central de Sequestros e Extorsões da Polícia suspeitaram ao analisar as chamadas e algumas provas de que a própria vítima estava simulando seu sequestro para obter dinheiro, já que Albert C. estava endividado.

Mesmo assim, diante da possibilidade de que o homem estivesse realmente em perigo, a polícia regional catalã comunicou o fato aos agentes de Valencia, que colaboraram ativamente na investigação. A polícia de Valencia conseguiu localizar a suposta vítima na segunda-feira passada, 10 de setembro, quando Albert C. caminhava livremente por uma rua da cidade. O homem foi preso e responderá por simulação de sequestro. 

    Leia tudo sobre: ESPANHA SEQUESTRO

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG