Incêndio em fábrica têxtil no sul do Paquistão mata centenas

Maioria das 289 mortes foi causada porque trabalhadores não conseguiram deixar prédios sem saída de emergência e equipamentos básicos de segurança

iG São Paulo | - Atualizada às

Um incêndio em um fábrica têxtil em Karachi, no sul do Paquistão, deixou ao menos 289 mortos nesta quarta-feira. Muitas das vítimas morreram porque não conseguiram deixar prédios sem saída de emergência e equipamentos básicos de segurança como alarmes e extintores.

De acordo com o bombeiro Ehrisham-ud-Din, não está claro o que provocou o incêndio na fábrica, no momento em que 1,5 mil trabalhadores estavam no local. A maior parte das mortes foi causada por sufocamento, já que a fumaça tomou o prédio de onde as pessoas não conseguiam sair por falta de saídas de emergência. Além disso, uma das portas principais estava trancada.

AP
Parente de vítima de incêndio em Karachi chora em frente à funerária


Muitos sobreviventes ficaram feridos por pularem das janelas do prédio de cinco andares, incluindo uma grávida de 27 anos. O funcionário Mohammad Ilyas disse que uma "bola de fogo" apareceu na escada. "Pulei da cadeira e, como todos, corri para a janela. Mas as barras de ferro nos impediram de fugir", afirmou. "Fomos buscar ferramentas para quebrar as barras de aço e assim conseguimos pular", disse Ilyas, que machucou a perna na queda.

Os gerentes da fábrica fugiram e estão sendo buscados pela polícia, disse a principal autoridade de Karachi, Roshan Ali Sheikh. O nome do dono da empresa foi colocada em uma lista de pessoas proibidas de deixar o país.

Um outro incêndio aconteceu em uma fábrica de sapatos em Lahore na noite de terça-feira, deixando 25 mortos. A fábrica foi instalada ilegalmente em uma região residencial e o fogo começou durante a tentativa de ligar um gerador após falta de energia.

O primeiro-ministro do Paquistão, Raja Pervaiz Ashraf, lamentou as mortes nas duas cidades e expressou seu "choque" e "luto" pelos incêndios, em comunicado.

Com AP

    Leia tudo sobre: paquistãoincêndiokarachi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG