Al-Qaeda confirma morte de nº 2 da rede terrorista, confidente de Bin Laden

Os Estados Unidos já davam como certo o falecimento de Abi Yahya al-Libi em um ataque ocorrido em junho, no Paquistão

iG São Paulo |

A rede terrorista Al-Qaeda confirmou, nesta terça-feira, a morte do nº 2 na hierarquia do grupo, conhecido como Abu Yahya al-Libi. O veterano militante, suposto confidente de Osama bin Laden, havia sido declarado morto em junho deste ano, em um ataque americano no Paquistão.

AP
Imagem de vídeo mostra Abu Yahia Al-Libi (25/03/2007)

Em uma mensagem de vídeo, o dirigente Ayman Al Zawahiri referiu-se ao episódio, citando o nome de nascimento de Al-Libi. "Declaro orgulhosamente à comunidade muçulmana e aos mujahedin a notícia do martírio do leão da Líbia, xeque Hassan Mohammed Qaed", disse. 

Na operação militar dos Estados Unidos que resultou na morte de Osama Bin Laden, foram descobertas cartas em que Al-Libi aparecia como um dos poucos homens de confiança do líder terrorista. Sendo, inclusive, o principal responsável por recrutar jovens.

Leia mais: Ataque dos EUA mata nº 2 da Al-Qaeda, diz autoridade americana

Em 2005, o clérigo líbio havia escapado de uma prisão americana no Afeganistão e passou cerca de seis anos foragido. Ele havia sido falsamente declarado morto em pelo menos dois ataques telegiados por aviões não tripulados dos Estados Unidos em outros anos.

    Leia tudo sobre: Al-QaedaPaquistãoOsaba Bin Lade

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG