Fortes chuvas atingem regiões desde sábado, incluindo a província de Punjab, a mais povoada do país

EFE

Pelo menos 78 pessoas morreram no Paquistão nas últimas 24 horas por causa das chuvas torrenciais de monção, que estão afetando diversas regiões do país desde sábado, informou nesta segunda-feira à Agência Efe uma fonte oficial.

Leia também:  Paquistanesa cristã de 12 anos acusada de blasfêmia deixa a prisão

As chuvas causaram no domingo 69 mortes, às quais é preciso acrescentar nove mais nas últimas horas, disse o responsável da Autoridade Nacional de Gestão de Desastres (NDMA), Zafar Iqbal, que acrescentou que também há 68 pessoas feridas.

Iqbal disse que a maioria das mortes aconteceu no norte do país, nas regiões da Caxemira e Khyber Pakhtunkwa, e que se espera que as fortes precipitações continuem hoje e amanhã no centro e o no sul do país. A província de Punjab, a mais povoada do país e localizada no leste, também foi muito afetada, com 20 mortos nas áreas próximas aos grandes rios que correm pela região.

Segundo meios de imprensa locais, muitos diques cederam à pressão da água e alagaram grandes superfícies de cultivo na província, que reúne a maior parte da produção agrícola do Paquistão. "Nas próximas horas há risco que a água ameace alguns núcleos urbanos das províncias de Punjab e Sindh (no sul), como Dera Ghazi Khan e Jacobabad", disse Iqbal. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.