Produtos pró-reeleição de Obama lotam espaços da Convenção Democrata

Para ajudar a financiar campanha do presidente americano, democratas pagam de US$ 2,5 por um button a US$ 75 por uma bolsa de plástico

Leda Balbino - Charlotte, EUA * |

Nas ruas de Charlotte e nos dois principais espaços reservados à Convenção Democrata nesta cidade da Carolina do Norte, dezenas de produtos diferentes com o rosto ou o nome de Barack Obama, o slogan de campanha e palavras de ordem lotam lojas improvisadas e estandes à disposição de democratas ávidos para apoiar o presidente dos EUA em seu caminho para a reeleição.

Leia também:  Com força política de Clinton, democratas nomeiam Obama para reeleição

Leda Balbino
Loja no Charlotte Conventional Center vende vários produtos pela reeleição de Obama

Os produtos vão de bonés, camisetas, garrafas térmicas de metal, aventais e buttons a jogo de baralho, bolsas de pano, sacolas de plástico, capa para iPhones e moletons.

Durante os três dias da convenção, que termina na noite desta quinta-feira com o discurso de Obama na Time Warner Cable Arena, sempre era possível encontrar longas filas na frente dos caixas nos quais pagar pelas aquisições.

Leia também: Discurso de Michelle Obama motiva voluntárias na Convenção Democrata

Saiba mais: Veja o especial do iG com tudo sobre as eleições americanas

As mercadorias mais baratas são os buttons, que podem ser encontrados por US$ 2,5. Já uma caneca que garante que Obama é “Made in USA”, tendo impressa na sua parte de trás uma certidão de nascimento do presidente para provar que ele é americano (em resposta a vários detratores que vivem alegando o contrário), custa US$ 20.

Mas a caneca não é o produto mais caro. Camisetas saem por US$ 25, capas para iPhones por US$ 40, sacolas de pano por US$ 50, suéteres por US$ 65 e uma bolsa de plástico por US$ 75.

Mas os democratas travestidos de Obama nas ruas e nos corredores da convenção indicam que não há muita preocupação com os preços dos produtos, cuja venda é uma das formas de financiar a cara campanha eleitoral americana.

* Repórter viaja como bolsista do World Press Institute

    Leia tudo sobre: eleição nos euaobamaeuaconvenção democratademocratas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG