Bento 16 ganha 'papamóvel' elétrico da Renault

Versão ecológica do veículo usado pelo papa para viajar tem motor de 44 kilowatts e pode viahar 170 km sem recarga

Reuters |

Reuters

O papa Bento 16 conseguirá limitar o seu impacto sobre o meio ambiente quando viajar ao redor de sua residência de verão em Castel Gandolfo graças a um novo veículo elétrico feito sob medida, doado pela montadora francesa Renault.

Leia também:  Vaticano ordena julgamento de mordomo do papa por vazar documentos

AP
Papa Bento 16 conhece seu novo carro nos arredores de Roma, na Itália (05/09)

O veículo branco tem o brasão de armas papal em suas portas, disse a Renault nesta quinta-feira. Ele foi baseado no modelo de van Kangoo Maxi, tem um motor elétrico de 44 kilowatts e baterias de lítio-íon, e pode viajar por 170 quilômetros sem recarga.

"É uma versão ecológica do Papamóvel, de desenvolvimento sustentável", afirmou a Renault.

A montadora também apresentou um segundo veículo elétrico para uso pelo Corpo da Gendarmaria do Vaticano para a segurança do papa, semelhante ao primeiro, mas em azul e com listra branca e amarela de cada lado.

Os veículos, que foram entregues ao papa pelo chefe da Renault, Carlos Ghosn, foram desenvolvidos com a fabricante de carrocerias francesa Gruau, informou a Renault.

O público está acostumado a ver o papa viajando em um papamóvel branco, baseado no M-Class da Mercedes-Benz, com janelas à prova de balas.

    Leia tudo sobre: papabento 16papamóvel

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG