Salário mínimo da Venezuela será o melhor da América Latina, diz Chávez

Presidente venezuelano elevará remuneração para valor equivalente a R$ 970

EFE |

EFE

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse nesta sexta-feira que o reajuste do salário mínimo, que passará a valer 2.047 bolívares (US$ 476), levará o país ao "primeiro lugar" na América Latina.

Leia também:  Venezuela investiga suposto massacre de 80 ianomâmis por garimpeiros brasileiros

"Amanhã (sábado) entrará em vigência um novo aumento do salário mínimo que nos colocará no primeiro lugar na América Latina. Amanhã, 15% mais, chegando a mais de 32% no ano", destacou o presidente em um ato com funcionários públicos.

No início do ano, o salário mínimo venezuelano era de 1.548,22 bolívares (US$ 360), mas sofreu reajuste de 32,25% em dois lances, um em 1º de maio e outro neste sábado. "Está muito acima da inflação deste ano, que já passou do patamar de 20%. Tudo isso seguirá aumentando o poder aquisitivo do trabalhador", ressaltou Chávez.

Crimes:  Violência cresce e amedronta prisões da Venezuela

Segundo números do Banco Central da Venezuela (BCV), a inflação cresceu 1% em julho, com o que alcançou 19,4% nos últimos 12 meses. 

    Leia tudo sobre: venezuelaamérica latinasalário mínimochávez

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG