Bombas da Segunda Guerra forçam retirada de 6 mil na Alemanha

Dois artefatos de 250 quilos são encontrados em Oranienburg; explosão controlada em Munique tirou 2,5 mil moradores de casa

EFE |

EFE

Quase seis mil pessoas deixaram suas casas em dois bairros da cidade alemã de Oranienburg, a 35 quilômetros de Berlim, para a desativação de bombas lançadas durante a Segunda Guerra Mundial.

Leia também: Bomba da 2ª Guerra força retirada de 2,5 mil pessoas em Munique

AP
Equipes trabalham em local de explosão controlada de bomba da Segunda Guerra em Munique, na Alemanha (28/08)


Tratam-se de dois artefatos de 250 quilos cada um, similares ao que na terça-feira foi detonado de maneira controlada na cidade de Munique.

As duas bombas de Oranienburg foram localizadas durante diferentes construções, uma delas em um bairro no sul da cidade e a outra junto a uma estação ferroviária.

A primeira das bombas deverá ser desativada por especialistas ao longo da manhã, após a retirada prévia de quatro mil moradores de edifícios próximos. Devido ao seu mal estado, a segunda delas será detonada de maneira controlada à tarde, após ser coberta, assim como ocorreu em Munique, com areia e palha para amortecer os efeitos da detonação.

A cidade de Oranienburg foi alvo de bombardeios aéreos maciços por parte dos aliados durante a Segunda Guerra Mundial por abrigar na época uma grande parte da indústria bélica do Terceiro Reich.

Desde 1990, foram desativadas ou explodidas em Oranienburg cerca de 130 bombas da guerra, e calcula-se que em seu subsolo ainda haja outras 350. 

    Leia tudo sobre: alemanhaberlimbombasegunda guerra mundial

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG