Justiça indiana confirma pena de morte para autor dos atentados em Mumbai

Paquistanês Mohammed Ajmal Kasab foi o único detido pelos ataques cometidos em 2008

EFE |

EFE

A Suprema Corte da Índia confirmou nesta quarta-feira a pena de morte contra o cidadão paquistanês Mohammed Ajmal Kasab, único detido pelos atentados de 2008 em Mumbai, que tiveram o saldo de 166 mortos.

Leia também: Alvo de ataque em Mumbai, hotel é reaberto após reforma

O tribunal tomou essa decisão após rejeitar a apelação apresentada pelo condenado, informaram fontes judiciais. Kasab tinha sido condenado à morte por um tribunal especial antiterrorismo em 6 de maio do 2010, em uma sentença que foi ratificada um ano depois pela Suprema Corte de Mumbai. Após a decisão desta quarta, o último recurso do condenado seria pedir clemência ao presidente indiano, Pranab Mukherjee.

O comando terrorista que cometeu os atentados de Mumbai era formado por 10 cidadãos do Paquistão, dos quais nove foram mortos pelas forças de segurança. Os terroristas chegaram por via marítima à Índia e atacaram vários pontos emblemáticos de Mumbai, como a estação Victoria, um famoso restaurante, um centro judaico e dois hotéis de luxo da capital financeira do país. 

    Leia tudo sobre: índiaatentadopena de mortemumbaiterrorismo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG