Choques entre tropas paquistanesas e rebeldes deixam 36 mortos

Conflitos tiveram início na sexta-feira entre as áreas de Salarzai e Batwar

EFE |

EFE

Pelo menos 36 pessoas morreram devido aos combates que mantêm há dias tropas paquistanesas e membros da insurgência armada na área tribal de Bayaur, no noroeste do país, informou à Agência Efe uma fonte militar.

Leia também: Avião não tripulado dos EUA mata 16 no Paquistão

"Nos últimos três dias, morreram pelo menos 31 insurgentes, três membros das forças de segurança e dois membros dos comitês de paz (denominação oficial das milícias pró-governo)", explicou a fonte. Os combates entre vários rebeldes e as tropas paquistanesas tiveram início na sexta-feira entre as áreas de Salarzai e Batwar.

"Apesar de quase todos os milicianos terem sido eliminados da zona, a operação militar vem sendo mantida para terminar de expulsar os poucos que restam na área de Batwar", afirmou a fonte, que pediu anonimato. Bayaur é uma das sete demarcações que formam as áreas tribais de administração federal, um território limítrofe com o Afeganistão sobre o qual o Estado tem um controle limitado, pelo que serve de abrigo a diversos grupos extremistas.

A fronteira entre as zonas paquistanesas de Dir e Bayaur e a província afegã de Kunar é cenário de numerosos enfrentamentos devido à atividade de milicianos que cruzam de um país para o outro com o objetivo de atacar as forças de segurança de ambos os lados. 

    Leia tudo sobre: paquistãoconflito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG