Colômbia e Farc assinam acordo para dar início a diálogos de paz, diz TV

Segundo emissora venezuelana Telesur, documento foi assinado em Havana e negociações devem começar no mês de outubro em Oslo

EFE | - Atualizada às

EFE

A rede de televisão venezuelana Telesur informou que o governo colombiano e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) assinaram nesta segunda-feira em Havana um acordo para iniciar diálogos de paz.

"O conteúdo do acordo será anunciado em breve pelo presidente colombiano, que também revelará a agenda temática destes diálogos", disse a emissora em seu site.

Leia também:  Explosão de veículo na Colômbia mata seis, e autoridades suspeitam das Farc

Fontes do Executivo colombiano disseram que não devem "por enquanto" fazer um pronunciamento oficial sobre a informação da Telesur.

O diretor de informação da Telesur, Jorge Enrique Botero, afirmou que a emissora confirmou "com fontes de todo crédito que o governo de Juan Manuel Santos e as Farc acabam de assinar um acordo para iniciar diálogos formais da paz".

Segundo a Telesur, o processo começou a ser elaborado em maio, quando as duas partes iniciaram conversas secretas em Cuba com apoio dos governos de Cuba, Venezuela e Noruega.

"De fato, o início formal dos diálogos está previsto para o mês de outubro em Oslo", disse Botero, acrescentando que as partes voltarão a Havana para negociar.

A emissora informou que a delegação do governo colombiano foi composta pelo conselheiro de Segurança, Sergio Jaramillo; o ministro do Meio Ambiente, Frank Pearl, e Enrique Santos, irmão do presidente.

Por parte das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), guerrilha que há mais tempo está em atividade, estiveram o comandante Mauricio, conhecido como "O Médico", que sucedeu o assassinado Jorge Briceño "Mono Jojoy", assim como Rodrigo Granda, Marcos Calarcá e Andrés Paris.

    Leia tudo sobre: colômbiafarcsantosjuan manuel santosuribeacordotelesur

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG