Vítimas de tiroteio em Nova York foram feridas pela polícia

Homem mata ex-colega de trabalho e provoca pânico em frente ao Empire State, uma das principais atrações turísticas da cidade

iG São Paulo | - Atualizada às

Todas as nove pessoas feridas no tiroteio em frente ao Empire State, uma das principais atrações turísticas da cidade americana Nova York, foram atingidas por tiros da polícia, afirmou o  comissário de Polícia de Nova York, Ray Kelly, segundo o site da CNN. Duas pessoas morreram, incluindo o atirador, que foi morto pelos policiais.

Leia também: 

Homem abre fogo e mata um em frente ao Empire State, em Nova York
Ataque reúne moradores e turistas na região do Empire State, em Nova York

Segundo Ray Kelly, os oficiais fizeram 16 disparos em direção ao designer de acessórios femininos Jeffrey Johnson, de 53 anos. Com três tiros a queima-roupa, ele matou o ex-colega Steve Ercolino, de 41 anos. Os dois trocaram acusações de assédio no período em que trabalharam juntos, e Ercolino teria inclusive buscado proteção legal contra Johnson. Johnson foi demitido da loja na qual trabalhava, a Hazan Imports, próxima ao Empire State

A polícia disse que uma investigação está em curso e que um policial atirou nove vezes, enquanto um outro, sete. Três vítimas sofreram ferimentos de bala e seis foram atingidas por fragmentos.

    Leia tudo sobre: nova yorkeuaempire state

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG