Brasileira morta em Portugal provocou incêndio, diz jornal

Segundo fonte policial ouvida por diário português, Luciana Garcia sofria de problemas psiquiátricos e ateou fogo no quarto, matando também os dois filhos

iG São Paulo | - Atualizada às

A polícia de Portugal acredita que a brasileira Luciana Garcia, morta em uma explosão na cidade de Faro junto com os dois filhos, foi quem provocou o incêndio em seu quarto. As informações são do diário português Jornal de Notícias.

De acordo com o jornal, fontes da Polícia Judiciária de Faro disseram que Luciana sofria de problemas psiquiátricos e já havia ameaçado se matar antes. Ela ateou fogo no quarto após espalhar gasolina. As crianças, de 11 e 13 anos, gritaram por socorro, segundo vizinhos.

Reprodução
Luciana com o marido e os filhos (arquivo)


Luciana, 40 anos, nasceu em Cristais Paulista, no interior de São Paulo. Após cursar o ensino médio em Franca, também no interior paulista, se formou em odontologia em Uberaba, Minas Gerais. Em Portugal, teve os dois filhos, Letícia e Leonardo.

O incêndio aconteceu por volta das 10h de quarta-feira no sobrado onde a brasileira morava com a família. O marido, também dentista, havia saído para trabalhar horas antes.

Os trabalhos no local do incêndio contaram com os bombeiros da região e com a ajuda do Instituto Nacional de Emergência Médica. De acordo com a polícia, o incêndio provocou uma acumulação de gás que originou a explosão.

O cônsul do Brasil em Faro, Portugal, Manoel Inocêncio, afirmou à Agência Brasil que o Itamaraty aguarda o contato da família para prestar a assistência que for necessária.

“É uma tragédia. Não fomos ainda procurados pela família, o que é natural em situações como essa. Assim que nos procurarem, vamos ajudar para dar mais agilidade na documentação e liberação dos corpos. Mas não sabemos se o marido vai querer levar a família para ser enterrada no Brasil”, disse Inocêncio.

Com Agência Brasil

    Leia tudo sobre: brasileiros no exteriorportugalincêndiofaro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG