Filha de ex-líder é candidata à presidência da Coreia do Sul

Park Geun-Hye, filha de Park Chung-Hee, que governou o país durante 20 anos, pode ser a primeira mulher a assumir o cargo

iG São Paulo |

Park Geun-Hye, filha de Park Chung-Hee, que governo a Coreia do Sul durante 20 anos, foi designada nesta sexta-feira candidata à presidência pelo partido conservador governista. As eleições acontecem em 19 de dezembro.

Se vencer, Park Geun-Hye, 60 anos, do Partido da Nova Fronteira, será a primeira mulher a presidir o país. Ela recebeu 84% dos votos nas primárias do partido e superou com tranquilidade quatro rivais.

Leia também: Críticos veem internet como meio de censura na Coreia do Sul

AP
Park Geun-Hye discursa durante convenção de seu partido em Goyang, na Coreia do Sul

A candidata prometeu trabalhar pela "democratização econômica" em um país com grandes diferenças sociais e desemprego em alta entre os jovens. Park também prometeu combater a corrupção e proteger o país das ameaças externas.

"Eu, Park Geun-Hye, não tolerarei nenhum ato que possa ameaçar nosso povo ou afetar nossa soberania", declarou, após o anúncio da vitória nas primárias.

Ela citou as "provocações e ameaças nucleares" da Coreia do Norte, assim como as disputas territoriais com outros países, uma referência direta ao Japão.

Park havia disputado a candidatura do partido conservador em 2007, mas perdeu por pouco para Lee Myung-Bak, que depois foi eleito presidente da Coreia do Sul. A Constituição proíbe a reeleição no país.

O pai da candidata, Park Chung-Hee, foi a grande figura política dos anos 1960 e 1970 na Coreia. Ele assumiu o poder em 1961 em um golpe de Estado e permaneceu à frente do país até ser assassinato pelo diretor do serviço secreto em 1979.

Geun-Hye é muito popular entre os conservadores e os sul-coreanos nostálgicos da industrialização e do forte crescimento registrado durante o governo de seu pai, após a Guerra da Coreia (1950-1953). Durante a presidência de Park Chung-Hee, as liberdades de expressão e de imprensa foram gravemente cerceadas e os opositores detidos.

Nascida em 2 de fevereiro de 1952, Park Geun-Hye atuou como primeira-dama após o assassinato da mãe em 1974 por um norte-coreano. Ela é solteira, discreta sobre a vida privada e se dedica quase exclusivamente à política.

Com AFP

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG