Enfrentamento aconteceu na zona de Mamozai, na conflituosa demarcação tribal de Orakzai

EFE

Dezoito supostos insurgentes e dois soldados paquistaneses morreram e outros 22 militares ficaram feridos em um enfrentamento armado registrado em uma zona tribal no noroeste do Paquistão, informou nesta quarta-feira à Agência Efe uma fonte oficial.

Leia também:  Supremo do Paquistão convoca premiê para exigir reabertura de investigação

O combate aconteceu na manhã de ontem na zona de Mamozai, na conflituosa demarcação tribal de Orakzai, de acordo com um oficial do escritório do agente político local, Luqman Jan. Segundo a fonte, o enfrentamento se desencadeou após um ataque das milícias insurgentes que as forças de segurança governamentais repeliram.

Nas últimas semanas houve diversos choques entre as forças governamentais e as milícias armadas fundamentalistas que agem na zona. Desde o fim do ano passado, o Exército paquistanês luta com os fundamentalistas pelo controle do estratégico triângulo formado pelas zonas tribais de Orakzai, Jyber e Kurram, que dão acesso ao Afeganistão e a fortificações talibãs paquistanesas situadas mais ao sul. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.