Irã confirma 306 mortos e 3.037 feridos em terremotos

Maioria das vítimas são mulheres e crianças. Autoridades deram por terminados os trabalhos de resgate

EFE |

EFE

A ministra da Saúde do Irã, Marzie Vahid Dastyerdi, informou nesta segunda-feira no Parlamento de Teerã que 306 pessoas, a maioria mulheres e crianças, morreram e 3.037 ficaram feridas segundo os números provisórios de vítimas dos fortes terremotos que no sábado sacudiram o noroeste iraniano.

Leia também: Irã encerra buscas por vítimas de terremotos

Ontem, menos de 24 horas depois dos tremores, que assolaram quatro distritos da província iraniana do Azerbaijão Oriental, as autoridades deram por terminados os trabalhos de busca e resgate e, segundo o ministro do Interior, Mostafa Mohamad Najjar, aceleraram os trabalhos "para assegurar aos sobreviventes refúgio e comida".

Dastyerdi e Najjar percorreram ontem a região devastada, onde, segundo disse a ministra, até a última hora do domingo foram registrados depois dos dois terremotos do sábado, de 6,2 e 6,0 graus na escala aberta de Richter, 116 réplicas, a mais forte delas de 4,8 graus Richter.

A maior parte do território do Irã, incluindo Teerã, a capital, uma cidade de 14 milhões de habitantes, fica em uma região de constantes movimentos de terra, que já causaram dezenas de milhares de mortos nas últimas décadas.

    Leia tudo sobre: irãterremototremorteerã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG