Motorista de Ferrari que morreu em Cingapura tinha mais de R$ 16 milhões

Dinheiro de Ma Chi, que era investidor no mercado financeiro e tinha 31 anos, será administrado por sua esposa e mãe

iG São Paulo | - Atualizada às

O motorista de uma Ferrari que morreu em um acidente de carro em Cingapura , em maio, tinha um patrimônio de US$ 8,1 milhões (R$ 16,4 milhões), de acordo com o Asia One, que cita o jornal Lianhe Zaobao.

Diferenças: Cingapura resiste à integração com imigrantes chineses

Nascido na província chinesa de Sichuan, Ma Chi, 31 anos, deixou a esposa, He Ting Ting, 29 anos, e duas filhas, sendo uma delas nascida um mês depois de sua morte.

Assista ao vídeo:

Segundo o jornal, Ma não deixou um testamento, mas teve cobertura provida por seguro de vida de cerca de US$ 2,8 milhões (R$ 5,6 milhões). Documentos obtidos pela Justiça mostram que Ma foi coberto por dois tipos de seguro.

Investidor

O restante do dinheiro deixado pelo chinês que vivia em Cingapura vinha de suas atividades como investidor no mercado financeiro. O dinheiro deixado será administrado por sua viúva e sua mãe.

Um condomínio que Ma possuía em conjunto com sua mulher, no leste de Cingapura, no entanto, não está listado nos documentos como parte do patrimônio.

Ma foi morto em um acidente quando a Ferrari que dirigia colidiu com um táxi e uma moto em 12 de maio. O motorista do taxi, Cheng Teck Hock, 52 anos, e dois passageiros morreram no hospital, enquanto o motoqueiro e a passageira que ia com Ma sofreram ferimentos.

    Leia tudo sobre: cingapuraacidenteferrarichinêsmilionário

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG