Espanha prende três supostos membros da Al-Qaeda que planejavam atentado

De acordo com governo espanhol, trio formado por um turco e dois chechenos tinham explosivos suficientes para 'destruir um ônibus'

iG São Paulo |

Três supostos membros da rede terrorista Al-Qaeda foram presos no sul da Espanha, anunciou nesta quinta-feira o ministro espanhol do Interior, Jorge Fernández Díaz. Eles são suspeitos de planejar um ataque no país ou em outra parte da Europa.

Leia também:  Reino Unido anuncia prisão de mais sete por suspeita de terrorismo

AFP
Imagens divulgadas pelo Ministério do Interior da Espanha dos três supostos membros da Al-Qaeda presos no sul do país

De acordo com o governo espanhol, um turco foi preso em uma casa em San Roque onde foi aprendido material explosivo. Os outros dois homens, chechenos, foram presos perto de Almuradiel, quando viajavam de ônibus para a França.

Leia também: Polícia de Londres prende seis suspeitos de terrorismo

De acordo com o ministro, os chechenos eram “agentes operacionais” da Al-Qaeda, enquanto o turco, atuava como “facilitador”. Os explosivos ainda estão sendo testados, porém, segundo Díaz, a polícia acredita que a quantidade era suficiente para “destruir um ônibus”.

O ministro disse que todos os homens resistiram à prisão e ressaltou que a opperação resultou de "uma das maiores investigações realizadas até o momento na Espanha contra a Al-Qaeda".

De acordo com o ministro, um dos supostos terroristas tinha grande experiência na fabricação de explosivos e no uso de ultraleves e aviões teleguiados, além de ter atuado como franco-atirador.

Com EFE e BBC

    Leia tudo sobre: espanhaal qaedaterrorismo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG