Policia desativa armadilhas na casa do suspeito de massacre nos EUA

Com explosões controladas, polícia poderá entrar no apartamento. Suspeito havia preparado armadilhas antes de matar 12 pessoas e ferir mais de 50 em cinema, no Colorado

Reuters |

Reuters

Uma explosão controlada pelo esquadrão anti-bombas neste sábado parece ter garantido a segurança da polícia permitindo a entrada no apartamento, cheio de armadilhas de explosivos, de James Holmes , suspeito de ter atirado nas pessoas que estavam no cinema na área de Denver na sexta-feira à noite, disse a polícia.

Suspeito ao ser preso: 'Sou o coringa', teria dito o atirador após ataque
Ataque: Atirador deixa ao menos 12 mortos na estreia do 'Batman' nos EUA
Pânico: Espectadores de 'Batman' nos EUA acharam que sons de tiros eram do filme

Reuters
Agentes colocam produto químico azul para realizar a detonação de explosivos neste sábado

A polícia estava realizando a delicada tarefa de desabilitar, o que eles descreveram como "explosivos sofisticados", no apartamento do suspeito, em Aurora, Colorado. A polícia acredita que ele tenha preparado as armadilhas antes de matar 12 pessoas e ferir mais de 50 no cinema na madrugada de sexta-feira.

Reuters
Foto divulgada por polícia mostra suspeito de ataque a cinema de Aurora, no Colorado, EUA

O esquadrão anti-bombas usou um robô para colocar um tubo - conhecido como 'tiro de água' - perto de um dispositivo explosivo no apartamento. O tiro de água foi então acionado para desativar o explosivo.

Fotos do apartamento, tiradas por uma câmera levada até a janela do terceiro andar, mostraram vidros com munição no chão e "coisas que se parecem com morteiros," disse o chefe de polícia de Aurora, Dan Oates. Havia também garrafas cheias de um líquido desconhecido, assim como o que pareciam ser cabos de detonação espalhados pelo apartamento, disse ele.

Operação:  Polícia entra na casa de suspeito de matança na estreia de 'Batman'

A porta-voz da policia de Aurora, sargento Cassidee Carlson disse que o dispositivo havia sido claramente "armado para matar". "Conseguimos desativar um segundo dispositivo de disparo," disse ela. "Embora não tenhamos certeza, esperamos ter eliminado os principais perigos. Não saberemos ao certo, até entrarmos no apartamento."

A polícia evacuou cinco prédios vizinhos e isolou vários quarteirões ao redor do apartamento de Holmes, no último andar de um edifício de três andares de tijolos vermelhos, em uma área decadente de Aurora. O tiroteio aconteceu quando centenas de pessoas assistiam à sessão de meia-noite, lotada, de "O Cavaleiro das Trevas Ressurge" em um shopping em Aurora.

O atirador - armado com um rifle de assalto, uma espingarda e uma pistola, e vestindo um uniforme completo a prova de balas, um capacete e uma máscara de gás - detonou duas bombas de fumaça, antes de começar a atirar no cinema escuro.

Policiais que chegaram ao local 90 segundos depois do primeiro pedido de ajuda, rapidamente prenderam Holmes, de 24 anos, no estacionamento atrás do cinema, onde ele se entregou sem reagir, disse Oates.

Holmes, um estudante de pós-graduação que, segundo as autoridades, pintou o cabelo de vermelho e dizia que era o "Coringa" , numa referência ao personagem inimigo de Batman, será apresentado à justiça na segunda-feira para uma audiência preliminar.

Autoridades do hospital disseram que alguns pacientes sofreram ferimentos graves na cabeça e no peito. O Hospital da Universidade de Colorado, que atendeu 23 vítimas do tiroteio, disse que 10 pessoas foram liberadas e cinco permanecem em estado grave. O Centro Médico de Aurora disse que dos seus sete pacientes - cujas idades variam de 16 a 31 anos - quatro permanecem na UTI e três no setor de trauma.

    Leia tudo sobre: james holmesataque em auroracoloradoexplosivosbatman

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG