Número de mortos em naufrágio em Zanzibar sobe para 68

Embarcação superlotada, que levava 290 pessoas vindas da Tanzânia, naufragou no Oceano Índico na quarta-feira; chances de encontrar sobreviventes diminuem

Reuters |

Reuters

Equipes de resgate enfrentaram o mar agitado nesta quinta-feira na busca por sobreviventes depois de uma embarcação superlotada ter naufragado perto do arquipélago de Zanzibar, no Oceano Índico, mas as esperanças de encontrar sobreviventes eram pequenas.

Acidente: Embarcação afunda perto de Zanzibar

Ao menos 68 pessoas foram confirmadas mortas e 145 foram resgatadas depois que a embarcação MV Karama Star Gate virou na quarta-feira por volta do meio-dia perto da Ilha Chumbe, a oeste de Zanzibar.

AP
Vítimas de naufrágio são identificadas em Zanzibar

A embarcação havia partido da Tanzânia para o arquipélago semiautônomo, onde fica localizada uma praia popular como destino turístico.

Centenas de pessoas reuniram-se no parque Maisara Grounds perto da área histórica de Stone Town nesta quinta-feira para identificar os corpos das vítimas dispostos em uma barraca.

Tatu Kwiyela, uma mulher de 35 anos da Tanzânia continental, sobreviveu, mas seu filho de 9 meses morreu no incidente. "Eu fui varrida pelas ondas fortes e perdi meu filho, Saidi Jumanne. Tentei me agarrar a ele, mas ele desapareceu no mar", disse Tatu, que conseguiu identificar os restos mortais do filho.

A polícia afirmou que mais de 10 turistas estrangeiros, incluindo um grupo de holandeses, estavam entre os passageiros resgatados.

"Um dos mortos no acidente de balsa é um cidadão norte-americano. O corpo foi recuperado e está sendo preservado em um necrotério", disse o porta-voz da polícia de Zanzibar Mohammed Mhina.

AP
Turistas estavam no ferry que naufragou na costa da Tanzânia (18/7)

A balsa, com uma capacidade máxima de 250 pessoas, de acordo com autoridades marítimas de Zanzibar, levava 290 pessoas, disseram autoridades.

"Das 68 vítimas fatais, 54 corpos foram identificados até agora por familiares e levados para funerais", disse Mhina. "Continuaremos com as operações de busca e resgate amanhã de manhã, embora esteja ficando cada vez mais difícil encontrar qualquer sobrevivente agora".

    Leia tudo sobre: mundozanzibaráfricatanzâniaferry boatnaufrágio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG