Exército mexicano anuncia morte de chefe local de organização criminosa

Carlos Alberto Fernández Hernández liderava cartel Los Zetas em Ciudad Victoria, no Estado de Tamaulipas

EFE | - Atualizada às

EFE

EFE
Polícia vigia seção eleitoral na cidade de Xalapa, Estado de Veracruz, nas eleições presidenciais de 1º de julho

Soldados do Exército mexicano mataram durante um enfrentamento Carlos Alberto Fernández Hernández, o Doble K, identificado como chefe da organização criminosa Los Zetas em Ciudad Victoria, no Estado de Tamaulipas, informou na segunda-feira a Secretaria da Defesa Nacional (Sedena).

Leia também:  Candidato no México diz que vai contestar resultado de eleição presidencial

A dependência federal indicou em comunicado que Fernández foi morto na sexta-feira juntamente com três de seus cúmplices. A Sedena informou que, em 13 de julho, ao promover reconhecimentos terrestres em Ciudad Victoria, "pessoal do Exército mexicano que se encontra em apoio à função de segurança pública em Tamaulipas foi alvo de uma agressão armada por integrantes do crime organizado".

O texto acrescentou que, "em defesa de sua integridade física e da cidadania", o pessoal militar retaliou a agressão, originando um enfrentamento "no qual morreram quatro agressores". De acordo com a Sedena, Fernández seria o ajudante pessoal do líder dos Zetas, Heriberto Lazcano, para quem coordenava a aquisição de casas e veículos, além de recrutar novos membros para a gangue.

O documento informa que Doble K estava havia apenas quatro meses no cargo em Ciudad Victoria, onde se envolvia em crimes como venda de drogas, sequestros, roubo de combustível e extorsões a empresários e comerciantes.

Ele também teria sido um dos participantes, junto com Gregorio Villanueva Salas, apelidado de Czar da Pirataria, dos ataques com explosivos lançados em maio e junho contra instalações da imprensa, escolas e comércios do município de Matamoros, também em Tamaulipas. 

    Leia tudo sobre: méxiconarcotráficolos zetastráfico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG